Galeria

Começa a preocupação com as diarréias e a desidatração

O soro caseiro é a maneira mais rápida de evitar a desidratação em crianças com diarréia.
A doença ainda mata cerca de 3 milhões de crianças nos países em desenvolvimento, de acordo com dados da Organização Mundial da Saúde. A diarréia pode levar à morte devido à perda de água, sais minerais e potássio.
Quando cuidadas adequadamente, a maior parte das crianças com diarréia evolui sem desidratação e, dentre aquelas que desidratam, 95% podem ser reidratadas por via oral.
No início dos anos 60 desenvolveu-se a composição do Sal de Reidratação Oral, (SRO), uma substância capaz de hidratar o paciente por via oral sem necessidade de hidratação venosa.
A Organização Mundial de Saúde, elaborou o SRO e passou a distribuí-lo em todo o mundo, principalmente nos países em desenvolvimento.
O SRO é distribuído em Postos de Saúde pelo Ministério da Saúde. O pacote deve ser diluído em 1 litro de água limpa e ingerido após cada evacuação líquida. Cada embalagem é composta por cloreto de potássio, cloreto de sódio, nitrato de sódio e glicose.
Esse tipo de tratamento passou a se chamar Terapia de Reidratação Oral (TRO), com a finalidade de reidratar o paciente repondo os líquidos perdidos pela doença.
Como nem todas as pessoas que sofrem de diarréia têm acesso ao SRO, uma alternativa é o uso da Solução Sal Açúcar (SSA), ou Soro Caseiro, muito divulgado pela Pastoral da Criança, organismo de Ação Social da CNBB, junto com o Ministério da Saúde.
A solução Sal Açúcar, ou simplesmente soro caseiro, como é mais conhecida no Brasil, é constituída de água, sal e açúcar.
A utilização do soro caseiro como terapia para evitar a desidratação grave é bastante vantajosa devido ao baixo custo, à boa aceitação pela comunidade, disponibilidade de seus ingredientes no domicílio e facilidade de preparo. Além disso, não é dependente de sistema de fornecimento, o que contribui, para que a criança receba tratamento precoce logo no início da diarréia a fim de prevenir a desidratação.
É importante que a solução tenha sido preparada de forma adequada e que seja fornecida em quantidades suficientes para repor as perdas. É necessário também que a freqüência da sua administração esteja relacionada com os episódios de evacuações líquidas e que o tratamento seja iniciado tão logo se inicie a diarréia.

Soro Caseiro ou Solução Sal Açúcar (SSA)

ÁGUA: 1 litro
SAL de cozinha: 1 colher de chá rasa – equivale a cerca de 3,5g.
AÇÚCAR: 02 colheres de sopa cheias – equivale a cerca de 40g.

O soro deve ser ofertado aos poucos, após cada evacuação ou vômito, podendo ser utilizado por até 24 horas após o preparo.

Como fazer soro caseiro

Para fazer soro caseiro:
Lave as mãos. Pegue um copo de água filtrada ou fervida. Acrescente um punhado de açúcar e uma pitada de três dedos de sal. Misture bem.

Você também pode utilizar a colher-medida, distribuída nos postos de saúde. Usando a colher, misture com a água duas medidas rasas de açúcar e uma medida rasa de sal, como mostra o desenho abaixo

Fonte: http://www.salcisne.com.br, http://www.invivo.fiocruz.br

Anúncios

2 Respostas para “Começa a preocupação com as diarréias e a desidatração

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s