>HOJE AQUI TEMOS UM POUCO DA ALEGRIA DO PABLO EM SEU LANÇAMENTO.ESPERO QUE VOCÊS QUE POER AQUI PASSEM FAÇAM COMO EU ENCOMENDEM SEU EXEMPLAR COM ELE E RECEBAM VIA CORREIO

>

Dentro de Pablo Treuffar existe um espírito indômito, irreverente e irônico a gritar conceitos e 
impropérios através de versos livres (de métrica, inclusive) que nos chegam como flagrantes 
do cotidiano e dasemoções do autor. Isso de escrever sem apoio das delongas Pablo Treuffar 
aprendeu com os mestres que orientam suas leituras – Rubem Fonseca e John Fante,
 por exemplo.
 Sem pressa, mas com alguma urgência, o jovem poeta faz uso do pensamento/discurso na 
primeira  pessoa para oferecer  fúria e revolta sempre contundentes. A indignação em primeiro
 lugar. versos de Pablo Treuffar são– não de forma unilateral, pois existem outros atributos
 – revigorantes de uma energia perdida 
pelo leitor num passado recente. – Toninho Vaz (autor de Paulo Leminski, o bandido que 
sabia latim e Pra Mim
Chega, a biografia de Torquato Neto)

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

x

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s